Wemystic

5 dicas para começar a meditar – e quais são os métodos mais eficazes!

A meditação diminui a ansiedade e aumenta a concentração. Descubra dicas para começar a meditar!

5 dicas para começar a meditar

Para quem deseja começar a meditar, existe uma grande dúvida: qual técnica escolher? Afinal, os tipos de meditação são inúmeros e para os iniciantes isso pode se tornar um impasse. 

Se você está nessa situação, não se preocupe, pois, neste artigo, listamos dicas valiosas para você começar a meditar o mais rápido possível. Vale ressaltar que, mesmo em meio a rotina corrida, é importante testar diversos métodos, para descobrir qual é o mais adequado para a sua realidade. Confira! 

Como começar a meditar? Prática e repetição

Você já deve ter ouvido aquela frase “a prática leva à perfeição” e quando se trata de meditação não é diferente. Perceba que essa lógica vale para todas as atividades, como, por exemplo, tocar um instrumento. No caso da meditação, quanto mais você se dedicar, mais fácil será encontrar equilíbrio e crescimento.

Se você optar por meditar durante um ano, com disciplina e comprometimento, com toda certeza conseguirá evoluir, não só na prática, mas, sim, em todos os aspectos da sua vida. Isso porque a meditação ajuda a enxergar o universo a sua volta com clareza e encontrar soluções para os problemas.

Além disso, ainda auxilia o indivíduo a se manter no momento presente e enxergar os detalhes. Assim, a vida passa a ser aproveitada ao máximo.

1. Google

Atualmente, a grande maioria das pessoas têm acesso à informação, por isso começar algo novo tornou-se mais fácil. Afinal, qualquer um pode buscar conhecimento por meio da internet, principalmente pelo mecanismo de pesquisa mais usado em todo mundo, que é o Google.

Ao fazer isso, é possível ter uma noção, mesmo que inicial, sobre as práticas meditativas. Assim, as dúvidas e indecisões sobre qual o melhor método podem ser sanadas. Além do mais, através da pesquisa no Google também é possível encontrar muita informação de qualidade no Youtube, inclusive meditações guiadas

2. Livros

Para os curiosos que desejam aprofundar-se um pouco mais, existem diversos livros sobre meditação. Sendo que muitos deles abordam conceitos científicos sobre a prática, enquanto outros se atentam a transmitir os processos subjetivos e transcendentais da meditação.

Além disso, nos livros, você poderá se deparar com dicas para começar as meditações o quanto antes.

3. Cursos

Se você pretende estudar com livros e pesquisas virtuais, mas também buscar um amparo prático, um curso livre tende a ser a melhor opção. Atualmente, existem vários profissionais que dedicam sua carreira a conhecer a meditação profundamente e passar esse conhecimento e sabedoria adiante.

Então, se deseja cortar caminho e ao mesmo tempo se jogar no universo da meditação, conectar-se com um “mestre”, para guiar o seu processo, é uma ótima ideia.

4. Grupos

No ambiente virtual, existem grupos sobre todo tipo de tema, e isso também vale para a meditação. Sendo assim, você pode buscar grupos nas suas redes sociais ou até mesmo formar uma comunidade de amigos, que queiram começar a meditar.

Independente se será virtual ou presencial, o mais importante é que a atividade em grupo promove motivação e impulsiona a continuidade da prática.

5. Aplicativos

É fato que os aplicativos possibilitam praticidade e agilizam a vida de muita gente. Nesse sentido, alguns aplicativos, inclusive gratuitos, oferecem meditações guiadas. Muitos desses apps apresentam diferentes práticas dependendo do grau de familiaridade com a meditação.

Então, se você é iniciante, certamente será contemplado pelos aplicativos, afinal eles possuem meditações guiadas curtas e simples.

Quais os métodos mais eficazes?

Quando o assunto é meditação, uma das técnicas mais populares é a mindfulness, o método da atenção plena. Porém, existem muitas outras, como, por exemplo, raja yoga, zazen, vipassana e até mesmo a meditação ativa através do yoga.

Para saber qual é a mais adequada para você, saiba mais sobre o assunto e coloque seu conhecimento em prática. 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Espiritualidade
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments