Wemystic

Muita ansiedade? Conheça 7 técnicas para lidar melhor com ela no dia a dia

A ansiedade pode ser amenizada com algumas táticas e mudanças na rotina. Entenda!

Muita ansiedade? Conheça 7 técnicas para lidar melhor com ela no dia a dia

É normal ficar ansioso em algumas ocasiões, como quando é preciso falar em público, porém algumas pessoas estão sempre aflitas e preocupadas. Esse é o caso de quem sofre de ansiedade e tem pensamentos obsessivos constantes, o que prejudica a vida social, pessoal e profissional.

Há quem diga que ansiedade é frescura, mas, na verdade, isso tende a piorar os sintomas da doença. Além disso, alguns mitos sobre a doença dificultam o diagnóstico e tratamento. Por outro lado, existem algumas técnicas que ajudam a controlar a ansiedade. Confira!

1. Utilize o poder das plantas

As plantas têm diversas propriedades que aliviam o estresse e a ansiedade. Sendo assim, quem sofre dessas mazelas pode fazer o uso de chás para aliviar os sintomas. Alguns sinais típicos de ansiedade são dores de cabeça, insônia, cansaço, má digestão, câimbras e tremores nas mãos.

As ervas que podem ajudar a diminuir esses desconfortos são a camomila, melissa, mulungu, passiflora e valeriana. Além do mais, as essências florais são outro tipo de terapia natural, que pode ajudar a amenizar os sintomas.

2. Alimente-se bem

A alimentação faz toda a diferença na qualidade de vida, por isso é fundamental buscar uma dieta balanceada. Comer muita comida industrializada pode agravar a ansiedade, então, prefira alimentos ricos em magnésio e zinco, como, por exemplo, castanha de caju, ovos e acelga.

Os alimentos probióticos também são uma boa pedida, já que melhoram o funcionamento intestinal. Já as frutas vermelhas, o açafrão e o espinafre são antioxidantes e capazes de reduzir o cortisol, assim, consequentemente, reduz a ansiedade

3. Organize sua rotina

Uma pessoa desorganizada se torna mais ansiosa, isso porque afazeres acumulados deixam qualquer um preocupado. Para quem tem ansiedade é essencial carregar uma agenda e sempre fazer uma lista de tarefas, com ordem de prioridades.

Tudo isso pode ajudar a reduzir o estresse e a angústia, além de proporcionar maior qualidade e eficiência no trabalho e nos estudos.  

4. Faça meditações regularmente

A ansiedade, na maioria dos casos, está relacionada a outros problemas, sendo muitos deles de raiz emocional. Por isso, é fundamental procurar por acompanhamento profissional qualificado, mas saiba que a meditação, quando feita com frequência, pode auxiliar no tratamento.

É muito importante buscar equilíbrio entre o seu lado racional e emocional, porém quem sofre de ansiedade, muitas vezes, se deixa levar pelas emoções e excesso de pensamentos negativos. A meditação acalma a mente e faz com que a situação seja vista de outra forma.

Assim, fica muito mais fácil lidar com qualquer problema. Existem diversos tipos de meditações e você pode começar com práticas mais curtas, de cerca de 5 minutos. Outra dica é fazer yoga, uma meditação ativa, que alivia o estresse, a ansiedade e alinha os chakras.  

5. Pratique atividade física

A ansiedade, quando não tratada, pode agravar para um quadro depressivo, acompanhado de outros problemas, como, por exemplo, insônia. Desse modo, é muito importante praticar atividade física, pois o corpo libera neurotransmissores, como é o caso da dopamina, que proporciona sensação de bem-estar e melhora do humor.

6. Mantenha contato com a natureza

Relaxar e respirar ar puro perto da natureza é ótimo, para aqueles que querem sair um pouco da vida corrida da cidade. A conexão com a mata proporciona clareza e afasta os pensamentos negativos, assim fica mais fácil realizar as atividades do dia a dia com equilíbrio e consciência.

No Japão, fazer trilhas na natureza é conhecido como banho de floresta, sendo uma atividade responsável pela melhora do sistema imunológico e da concentração. É considerada uma medicina preventiva, que deve ser feita com frequência para obter os resultados esperados. 

7. Busque por autoconhecimento

A ansiedade costuma ter raízes profundas, relacionadas a antigos traumas. O autoconhecimento é a única forma de solucionar o problema a longo prazo, e isso pode ser feito com a ajuda de um profissional qualificado, como psicólogos e terapeutas.  

É uma doença que atinge principalmente as mulheres e o tratamento pode ou não envolver medicação, por isso é fundamental buscar um diagnóstico. Vale ressaltar que atividades artísticas aliviam os sintomas da ansiedade, assim como outros hobbies, sendo assim, é de extrema importância que você abra espaço para descobrir o que mais gosta de fazer.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Espiritualidade
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments